ARQUIDIOCESE
de Pouso Alegre

Nossa Senhora da Agonia - Itajubá - por Pe. Andrey Nicioli


 

 

História

O início da atual comunidade Nossa Senhora da Agonia se deu em agosto de 1990, quando seus primeiros membros se interessaram em construir um templo no bairro Pinheirinho, onde residia grande parte desses fiéis. Foi então que eles começaram a pedir para algumas pessoas que possuíam terras nas proximidades, que doassem um terreno para o templo. Não demorou muito, e logo receberam com muita alegria a notícia de que um senhor português, chamado Antônio de Lima Costa, radicado no Brasil há muitos anos, estava querendo doar um terreno no alto de uma colina, para que nela se construísse um templo.

A princípio, as pessoas envolvidas neste empreendimento não aprovaram muito o lugar, por achá-lo de difícil acesso, mas a vontade de Deus falou mais alto, e entre um e outro fato, foi ali mesmo que tudo se concretizou. A doação foi feita, e perguntado ao Sr. Antônio de Lima Costa se havia algum padroeiro escolhido por ele ou por sua família, ele respondeu: “É a Senhora da Agonia. Já mandei entalhar sua imagem em Portugal”. O título sugerido não era do conhecimento de ninguém da comunidade, com exceção do doador do terreno e sua família. Este título surgiu em Portugal por volta de 1700. O Sr. Costa era muito devoto da Senhora da Agonia, e logo após a doação, ele faleceu.

Com a chegada da imagem de Nossa Senhora da Agonia, o Pe. Tarcísio Pereira Machado -MSC, então pároco da Paróquia Nossa Senhora da Soledade, na qual a comunidade estava inserida, passou a realizar as celebrações nas garagens das casas dos bairros que ficavam próximos da colina doada. Por sua vez, enquanto isso, a comunidade se mobilizava no sentido de levar avante a construção do tão almejado santuário. De 1994 até meados de 1996, a imagem de Nossa Senhora da Agonia ficou guardada na Matriz de Nossa Senhora da Soledade,  presa permanentemente a um andor, de onde só saía para as já mencionadas celebrações nas garagens.

Em maio de 1996, a imagem de Nossa Senhora da Agonia foi entronizada em uma cerimônia de Primeira Eucaristia, numa pequena garagem em um terreno situado à Rua Prefeito Tigre Maia, que fora cedido de forma provisória por um gentil morador. Neste local, a comunidade já tinha construído um barracão de estrutura metálica com as colunas parafusadas no chão, de modo que, tão logo houvesse condições, o barracão seria levado para a já mencionada colina.

Por cerca de três anos, todas as atividades religiosas foram realizadas neste barracão, mas a cada ano que passava, por ocasião dos festejos da padroeira, uma missa era celebrada no alto da colina junto à obra. Durante a celebração do dia 24 de agosto de 1997 a pedra fundamental foi abençoada e inaugurada, o que deixava claro que realmente a obra do santuário havia sido iniciada. No dia 31 de maio de 2005, aconteceu a celebração da “Benção do Manto de Nossa Senhora”, nome escolhido para designar o revestimento em vidro da estrutura do Santuário.

Era mais uma importante etapa da obra que acabara de ser concretizada. A partir daí, mesmo com a falta da Capela do Santíssimo Sacramento e do Trono de Nossa Senhora da Agonia, as Celebrações Litúrgicas passaram a ser realizadas dentro do Santuário em seu lugar definitivo. Não demorou muito e, ambos, Capela do Santíssimo e trono de Nossa Senhora já estavam prontos. Em outubro de 2005, o anseio de toda comunidade de ter uma capela para a adoração diária do Santíssimo Sacramento se concretizou também.  

A presença do Arcebispo Metropolitano de Pouso Alegre, Dom Ricardo Pedro Chaves Pinto Filho -O. Praem, veio coroar as últimas etapas finalizadas. Dom Ricardo celebrou a missa da Dedicação do templo que acabava de ser concluído. Era o dia 08 de setembro de 2005. Após a Dedicação do templo, foi iniciada nova campanha para o revestimento em mármore do piso superior. A intenção era terminar este revestimento antes da festa do ano de 2006, o que de fato ocorreu.

 

Contato

Av. Nossa Senhora da Agonia, S/N

Bairro Nossa Senhora da Agonia

37550-970 - Itajubá - MG

 

(35) 3623-2512

pascom@nsagonia.com.br

www.nsagonia.com.br

 

 

Reitor

Pe. Jésus Andrade Guimarães - Reitor

Pe. Lucas da Silva Crispim - Vice-reitor

 

Horário de Missas

2ª feira: 19h30 (Missa em sufrágio das almas)

3ª feira: 19h30

4ª feira: 19h30 (Novena à Nossa Senhora da Agonia)

5ª feira: 19h30

6ª feira: 19h30

Sábado: 19h

Domingo: 12h e 20h

 

Atendimento de Confissões

2ª feira: 18h30

4ª feira: 09h às 11h; 18h30

5ª feira: Visita para bênção dos enfermos (agendar na Secretaria do Santuário)

6ª feira: 16h às 17h

Sábado: 18h

 

Horário de Batizados

Todo quarto domingo dos mês às 11h

 

Casamentos

 

 

 

 

 

 

Publicado no dia 16/03/2017